Trabalhos Acadêmicos
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Não autenticado |

Dados Pessoais
Nome: Matheus de Souza Pinto Oliveira


Dados do Trabalho Acadêmico
Modalidade: Virtual
Curso: Geografia
Título: Impactos do represamento dos rios Paraibuna e Paraitinga para o município de Paraibuna-SP
Resumo:

Este trabalho pretende identificar e compreender as principais transformações causadas pelo represamento dos rios Paraitinga e Paraibuna no uso dos espaços urbano e rural de Paraibuna-SP. Mesmo décadas antes de 1964, ano em que a Usina Hidrelétrica de Paraibuna começou a ser construída, já existiam estudos sobre a instrumentalização da bacia do Rio Paraíba do Sul para incentivar o desenvolvimento de atividades econômicas modernas na região do Vale do Paraíba paulista e fluminense. A operação da Usina se iniciou no ano de 1978, e as transformações em Paraibuna decorrentes da obra são visíveis até os dias de hoje. Antes da represa, a principal forma do uso econômico do espaço em Paraibuna e nos demais municípios afetados era a agropecuária. Essa atividade foi duramente prejudicada com o alagamento de vastas áreas agricultáveis do município, levando um grande contingente de trabalhadores a deixar a zona rural dos municípios afetados e se instalar nas periferias da cidade de Paraibuna para trabalhar na obra; processo que fez com que que a população urbana paraibunense dobrasse. Com a conclusão da represa, muitos se viram desempregados, e encontraram ocupação no setor de serviços — atualmente responsável por 58% dos empregos formais na cidade (SEADE, 2014). Neste contexto, esta pesquisa buscou identificar as principais transformações ocorridas no município de Paraibuna, por meio da análise das variações em três tipos de impactos principais: demográficos, socioespaciais e geoeconômicos.

Palavras-chave: Paraibuna (SP); sistemas de engenharia; uso do espaço; represa; impactos
Título em Inglês: Impacts of the impoundment of Paraibuna and Paraitinga rivers to the city of Paraibuna
Abstract:

The purpose of this work is to identify and understand the main transformations caused by the impoundment of the Paraitinga and Paraibuna rivers on the rural and urban areas of the city of Paraibuna, São Paulo. Even decades before 1964, when the construction of the dam began, studies on the instrumentalization of the Paraíba do Sul basin, in order to stimulate the development of modern economic activities in the Paraíba Valley (São Paulo and Rio de Janeiro states), were underway. The power plant started operating in 1978, but the transformations suffered by the city of Paraibuna can even be seen today. Before the dam, croplands and pastures were the main economic land use in Paraibuna and other affected cities. Those occupations were greatly harmed when major arable fields were flooded. Many workers became landless, which led them to settle into the outskirts of the city of Paraibuna and seek work in the dam construction, causing the city's urban population to double. Later, as work on the dam ended, many unemployed workers found job in services sector, which now responds for 58% of formal jobs in Paraibuna (SEADE, 2014). In this context, the major changes in the urban and rural space of Paraibuna are pointed out by the analysis of three types of impact: demographic, socio-spatial and geo-economic.

Keywords: Paraibuna (SP); engineering systems; land use; dam; impacts
Data: 15/04/2021
Horário: 17:00
Sala: meet.google.com/ugv-ehtg-ucn

Dados do Orientador
Nome do Orientador: Fabio Betioli Contel

Banca
Nome Presidente
Fabio Betioli Contel Sim
Maria Mónica Arroyo Não
Marina Regitz Montenegro Não


Arquivos