Trabalhos Acadêmicos
Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Não autenticado |
Dados Pessoais
Nome: Luiz Felipe Brito Silva

E-mails
E-mail USP: luizbrito@usp.br
Outro:
Dados do Trabalho Acadêmico
Modalidade: Virtual
Curso: Geografia
Título: Os impactos da adoção das cotas sociais e raciais na Universidade de São Paulo: estudo de caso no Departamento de Geografia.
Resumo:

O presente trabalho tem como objetivo analisar os impactos da adoção e implementação das cotas raciais e sociais no curso de Geografia da Universidade de São Paulo, durante os anos de 2018 a 2020. Para tanto, discutimos através da revisão bibliográfica, o contexto histórico, social e político das cotas raciais e sociais no Brasil, os argumentos favoráveis e contrários que permeiam o debate em torno das políticas afirmativas, a comparação entre as realidades brasileira e estadunidense referente à questão histórico-racial e da implementação das cotas raciais e sociais. Contextualizamos, a adoção das cotas raciais e sociais pela Universidade de São Paulo, bem como, as primeiras medidas afirmativas pela instituição. Além disso, fundamentamos a problemática das cotas, da permanência e das relações de ensino nas universidades públicas do Brasil. Diante disso, buscando compreender o perfil socioeconômico, as percepções dos alunos sobre essa ação afirmativa, e especialmente as desigualdades e dificuldades entre estudantes cotistas e não cotistas no que se refere à permanência estudantil e às relações de ensino e aprendizagem no Departamento de Geografia; aplicamos questionários e realizamos entrevistas com esses sujeitos durante o período de estudo. A partir deste estudo foi possível perceber, que apesar da diversificação étnica e social do corpo discente, muitas são as dificuldades educacionais e socioeconômicas que marcam a trajetória e o processo de escolarização dos alunos cotistas no ambiente acadêmico, sobretudo dos alunos negros. Posto isso, discutimos a importância da adoção de um conjunto de ações que visam diminuir e até mesmo superar estas dificuldades. Tais medidas, por sua vez, devem ser centradas de um lado, na maior efetividade das políticas de permanência e acolhimento estudantil, e do outro, em uma reestruturação curricular no curso de Geografia da USP, pautadas e estruturadas nos processos curriculares, didáticos e pedagógicos, de modo a garantir uma melhor apropriação dos conhecimentos produzidos na Universidade pelos sujeitos, inserindo-os de forma efetiva aos processos de ensino e aprendizagem. Desse modo entende-se que estes processos são inter-relacionados.

Palavras-chave: Cotas raciais e sociais; Permanência estudantil; Ensino e aprendizagem; Relações étnico-raciais; Ensino de Geografia.
Título em Inglês: The impacts of adopting social and racial quotas at the University of São Paulo: case study at the Department of Geography.
Abstract:

The present work aims to analyze the impacts of the adoption and implementation of racial and social quotas in the Geography course at the University of São Paulo, from 2018 to 2020. Therefore, we discuss the historical and social context through a literature review. and politics of racial and social quotas in Brazil, the favorable and contrary arguments that permeate the debate around affirmative policies, the comparison between the Brazilian and American realities regarding the historical-racial issue and the implementation of racial and social quotas. We contextualized the adoption of racial and social quotas by the University of São Paulo, as well as the first affirmative measures taken by the institution. In addition, we support the issue of quotas, permanence and teaching relationships in public universities in Brazil. Therefore, seeking to understand the socioeconomic profile, the perceptions of students about this affirmative action, and especially the inequalities and difficulties between quota and non-quota students with regard to student permanence and teaching and learning relationships in the Department of Geography; we applied questionnaires and conducted interviews with these subjects during the study period. From this study, it was possible to notice that despite the ethnic and social diversification of the student body, there are many educational and socioeconomic difficulties that mark the trajectory and process of schooling of quota students in the academic environment, especially black students. That said, we discuss the importance of adopting a set of actions that aim to reduce and even overcome these difficulties. Such measures, in turn, should be centered on the one hand, on the greater effectiveness of student permanence and reception policies, and on the other, on a curricular restructuring in the Geography course at USP, guided and structured in the curricular, didactic and pedagogical processes, in order to ensure a better appropriation of knowledge produced at the University by the subjects, effectively inserting them into the teaching and learning processes. Thus, it is understood that these processes are interrelated.

Keywords: Racial and social quotas; Student residence; Teaching and learning; ethnic-racial relations; geography teaching.
Data: 05/08/2021
Horário: 16:00
Sala: Sala virtual

Dados do Orientador
Nome do Orientador: Eduardo Donizeti Girotto
Banca
Nome Presidente
Eduardo Donizeti Girotto Sim
Gloria da Anunciação Alves Não
Simone Scifoni Não
Arquivos